• Nave espacial Starliner da Boeing conclui acoplamento à estação espacial com sucesso

    • O acoplamento foi concluído quando a Starliner se juntou ao Adaptador de Acoplamento Internacional, construído pela Boeing na Estação Espacial Internacional

    HOUSTON,  20 de maio de 2022 - A nave espacial CST-100 Starliner da Boeing [NYSE: BA] fez hoje sua primeira conexão com a Estação Espacial Internacional às 21h28, hora de Brasília, para realizar o objetivo principal do programa Orbital Flight Test-2 (OFT-2). Sem astronautas a bordo, os sistemas autônomos e controladores de solo da Starliner em Houston guiaram a nave em uma série de manobras cuidadosamente coreografadas para aproximar a Starliner do laboratório em órbita antes de atracar. Os astronautas a bordo da estação espacial monitoraram a Starliner durante todo o voo teste e por vezes comandaram a espaçonave para verificar as capacidades de controle. 

    “O acoplamento bem-sucedido da Starliner hoje é mais um passo importante neste teste para enviar astronautas em órbita com segurança e confiança”, disse Ted Colbert, presidente e CEO da Boeing Defense, Space & Security.

    Lançada de um foguete Atlas V com classificação humana da United Launch Alliance em 19 de maio da Estação da Força Espacial de Cabo Canaveral, na Flórida, a Starliner passou suas primeiras horas no espaço realizando uma série de demonstrações do sistema, permitindo que os gerentes da missão verificassem se a espaçonave estava bem e capaz de manobrar com segurança. Após o acoplamento, a Starliner recarregou suas baterias usando painéis solares localizados no módulo de serviço.

    Depois que os astronautas a bordo da estação declararam “Tally-ho, Starliner” (“Starliner avistada”, em tradução livre para o português), o veículo se conectou a uma porta de acoplamento na Estação Espacial Internacional.

    “A Starliner mostrou ser segura, autônoma e capaz de se acoplar”, disse Jim Chilton, vice-presidente sênior da Boeing Space and Launch. “Estamos honrados em fazer parte da frota de espaçonaves comerciais capazes de realizar serviços de transporte à estação espacial para a NASA.”

    Equipada com um sistema de suporte à vida totalmente funcional, além de todos os outros sistemas fundamentais de apoio aos humanos, a espaçonave e a missão foram projetadas para fornecer à Boeing e à NASA dados suficientes para certificar a espaçonave para missões tripuladas de longa duração para a Estação Espacial Internacional.

    Durante o tempo em que a Starliner ficará ancorada em órbita, a tripulação da estação vai flutuar dentro da espaçonave, realizar uma visita inicial à cabine e fazer verificações periódicas do sistema, enquanto os controladores terrestres avaliam os dados coletados durante o voo teste. 

    A Boeing é uma empresa aeroespacial líder global responsável pelo desenvolvimento e fabricação de aeronaves comerciais, produtos de defesa e sistemas espaciais para clientes de mais de 150 países. Também é prestadora de serviços de manutenção e considerada uma das principais exportadoras dos Estados Unidos. A Boeing usa sua base de fornecedores globais para promover oportunidades econômicas, sustentabilidade e impacto nas comunidades. Sua equipe diversificada está comprometida com inovações no futuro e seus valores base de segurança, qualidade e integridade. Veja mais aqui.

    Para saber mais sobre a Starliner, visite o site. Acompanhe a missão no Twitter @BoeingSpace e no site.