• Boeing e NASA concluem o primeiro voo teste da Starliner à Estação Espacial

    • Sucesso do voo sem tripulação abre caminho para missões tripuladas.

    WHITE SANDS, NOVO MÉXICO,  25 de maio de 2022 - A nave espacial CST-100 Starliner da Boeing [NYSE: BA] pousou no campo de mísseis White Sands do Exército dos Estados Unidos no Novo México às 17h49, horário local. O retorno seguro à Terra encerra com sucesso o voo teste não tripulado para a Estação Espacial, que foi realizado para comprovar a qualidade e o desempenho do sistema de transporte antes de iniciar os voos tripulados.

    “Realizamos um excelente voo teste de um sistema complexo, com o qual aprendemos muito ao longo de toda a jornada”, disse Mark Nappi, vice-presidente e gerente do programa Starliner da Boeing. “Quero agradecer aos colegas de equipe da NASA e da Boeing pela dedicação ao programa Starliner.”

    O teste de voo concluído hoje teve início em 19 de maio com o lançamento da Starliner a partir do foguete Atlas V da United Launch Alliance, da Estação de Cabo Canaveral, na Flórida. Entre as capacidades que a nave espacial Starliner demonstrou, destacamos:

    • O desempenho de ponta a ponta do foguete Atlas V e da nave espacial Starliner desde o lançamento, subida, entrada em órbita, entrada na atmosfera e pouso;
    • O software autônomo da Starliner e a operação em órbita de seu sistema aviônico, sistema de acoplamento, sistemas de comunicação/telemetria, sistemas de controle ambiental, painéis solares, sistemas de energia elétrica e sistemas de propulsão;
    • Capacidade de manter o controle da atitude de acoplamento, receber comandos da tripulação da estação espacial e comandar avanços e recuos durante a aproximação final da estação;
    • Carregamento da bateria, abertura e fechamento da escotilha, estabelecimento da ventilação conjunta com a estação, transferência de arquivos e transferência de carga.

     

    Quando a Starliner completar seu próximo voo, a Boeing terá cumprido a meta da NASA de ter dois veículos comerciais para transportar astronautas de forma segura, confiável e sustentável para a estação a partir de solo americano.

    “Com a conclusão do OFT-2, analisaremos as lições aprendidas e continuaremos trabalhando na preparação para o voo teste tripulado e certificação da NASA”, acrescentou Nappi.

    A Boeing é uma empresa aeroespacial líder global responsável pelo desenvolvimento e fabricação de aeronaves comerciais, produtos de defesa e sistemas espaciais para clientes de mais de 150 países. Também é prestadora de serviços de manutenção e considerada uma das principais exportadoras dos Estados Unidos. A Boeing usa sua base de fornecedores globais para promover oportunidades econômicas, sustentabilidade e impacto nas comunidades. Sua equipe diversificada está comprometida com inovações no futuro e seus valores base de segurança, qualidade e integridade. Verifique as oportunidades de carreiras na Boeing em https://jobs.boeing.com/boeing-in-brazil.  

    Veja mais informações sobre a Starliner em www.boeing.com/starliner. Veja as atualizações sobre a missão no Twitter @BoeingSpace e no site www.starlinerupdates.com.