• Boeing prevê demanda de 36.770 novas aeronaves, avaliadas em US$ 5,2 trilhões

    Perspectivas de Mercado da Boeing para os próximos 20 anos mostra um aumento de 4,2% na demanda em relação à previsão de 2013

    A Boeing prevê uma demanda de 36.770 novas aeronaves nos próximos 20 anos, um número 4,2% maior do que o previsto no ano passado. Publicada pela empresa hoje, em Londres, a edição anual do documento Perspectivas de Mercado (CMO, na sigla em inglês), estima o valor total dessas novas aeronaves em US$ 5,2 trilhões.

    “Este mercado é forte e resistente”, diz Randy Tinseth, vice-presidente de marketing da Boeing Aviação Comercial. “Com a entrada em operação de aeronaves novas e mais eficientes, o aumento das viagens aéreas está sendo impulsionado por clientes que querem voar para onde e quando desejarem.”

    A previsão deste ano é incrementada pelo mercado de corredor único, segmento com o maior crescimento projetado – e também o mais dinâmico –, devido ao contínuo surgimento de companhias aéreas de baixo custo. O segmento demandará 25.680 novas aeronaves, respondendo por 70% do total de unidades da previsão. 

    “Dado o impressionante número de encomendas e entregas, vemos que o mercado de corredor único está concentrado na faixa dos 160 assentos”, afirma Tinseth. “Não há dúvidas de que o mercado está convergindo para esse tamanho, que é onde a flexibilidade da malha e a eficiência do custo convergem. Os modelos 737-800 Next-Generation e o novo 737 MAX 8 oferecem aos nossos clientes o maior potencial de receita nesse nicho de porte médio.”

    A Boeing prevê uma demanda de 8.600 novas aeronaves no segmento de corredor duplo, puxado pelas aeronaves widebody de pequeno porte com 200 a 300 assentos, como os modelos 787-8 e 787-9 Dreamliner. A previsão deste ano reflete uma contínua mudança na demanda, que migra de aeronaves muito grandes para novos e eficientes produtos bimotores, como o 787-10 e o novo 777X.

    “Temos a mais completa linha de aeronaves widebody da indústria e estamos confiantes de que atenderemos as necessidades de nossos clientes agora e no futuro”, completa Tinseth.

    Entregas de novas aeronaves: 2014-2033
    Tipo de aeronave Assentos Total de entregas Valor em dólar
    Jatos regionais Menos de 90 2.490 US$ 100 bilhões
    Corredor único 90 — 230 25.680 US$ 2.560 bilhões
    Pequena – widebody 200 — 300 4.520 US$ 1.140 bilhões
    Média – widebody 300 — 400 3.460 US$ 1.160 bilhões
    Grande – widebody 400 ou mais 620 US$ 240 bilhões
    Total 36.770 US$ 5,2 trilhões

    O mercado da Ásia-Pacífico, que inclui a China, continuará liderando em termos de total de entregas nas próximas duas décadas.

    Entregas de novas aeronaves: 2014-2033
    Região Entregas de aeronaves:
    Ásia-Pacífico 13.460
    América do Norte 7.550
    Europa 7.450
    Oriente Médio 2.950
    América Latina 2.950
    Rússia/CEI 1.330
    África 1.080
    Total 36.770

    O documento Perspectivas de Mercado da Boeing é a mais tradicional previsão de demanda de aeronaves, sendo considerado a mais completa análise da indústria de aviação. O relatório completo encontra-se disponível em www.boeing.com/cmo.

    A Boeing é a maior empresa aeroespacial do mundo e líder na fabricação de jatos comerciais e sistemas de defesa, espaço e segurança. A empresa emprega mais de 170 mil pessoas nos EUA e em 70 países. No Brasil, a Boeing está presente por meio de dois escritórios em São Paulo e Brasília, abertos em outubro de 2011. Para mais informações, visite www.boeing.com.br. Siga-nos no twitter: @BoeingBrasil.