• Boeing prevê mercado aeroespacial de curto prazo desafiador e com resiliência no longo prazo

    • Desafios de curto prazo da indústria impactam a demanda por aviões comerciais e serviços
    • O Boeing Market Outlook mostra um mercado total resiliente de US$ 8,5 trilhões ao longo dos próximos dez anos

    CHICAGO,  6 de outubro de 2020 - A Boeing divulgou hoje sua previsão anual para o mercado aeroespacial comercial e de defesa, refletindo o impacto da pandemia da COVID-19 e a visão da companhia sobre a dinâmica do mercado a curto, médio e longo prazos. O Boeing Market Outlook (BMO – Previsão de Mercado da Boeing) de 2020 prevê que os mercados de aviação comercial e serviços continuarão a enfrentar desafios significativos devido à pandemia, enquanto os mercados globais de defesa e serviços governamentais permanecerão mais estáveis.

    "Embora este ano tenha sido sem precedentes em termos de paralisação em nossa indústria, acreditamos que os setores aeroespacial e de defesa irão superar esses desafios de curto prazo, retornar à estabilidade e ressurgir com força", disse o vice-presidente de Estratégia da Boeing, Marc Allen.

    O BMO prevê um valor de mercado total de US$ 8,5 trilhões ao longo da próxima década, incluindo a demanda por produtos e serviços aeroespaciais. A previsão é menor do que o montante de US$ 8,7 trilhões do ano anterior devido ao impacto da pandemia da COVID-19. As companhias aéreas em todo o mundo iniciaram uma recuperação depois de uma queda de mais de 90% no tráfego de passageiros e na receita no início deste ano. No entanto, uma retomada completa levará anos, de acordo com a previsão.

    O Boeing Market Outlook de 2020 inclui uma demanda projetada de 18.350 aviões comerciais na próxima década - 11% menor do que a previsão feita em 2019 -, avaliada em cerca de US$ 2,9 trilhões. Ao longo prazo, com a expectativa de que os principais fatores que impulsionam a indústria permaneçam estáveis, a frota comercial deverá retornar à sua tendência de crescimento, gerando demanda por mais de 43.000 novos aviões no período de previsão de 20 anos.

    O BMO também estima uma oportunidade de mercado de US$ 2,6 trilhões para defesa e espaço durante a próxima década. Essa projeção de gastos reflete a importância contínua de aeronaves militares, sistemas autônomos, satélites, espaçonaves e outros produtos para a defesa nacional e internacional. Essa demanda continua a ser de natureza global, sendo que 40% das despesas são originadas fora dos Estados Unidos.

    Embora a demanda por serviços comerciais de curto prazo seja menor, o BMO prevê uma oportunidade de mercado de US$ 3 trilhões para serviços comerciais e governamentais até 2029. E as soluções digitais surgem como um fator crítico à medida que os clientes se concentram em operações mais enxutas para se ajustar à demanda futura do mercado. Os serviços e suporte do ciclo de vida ajudarão os clientes a dimensionar suas operações para atender aos objetivos de eficiência e custo alinhados às tendências de recuperação do mercado.

    À medida que o impacto da pandemia continua, a Boeing está tomando medidas para redefinir suas operações comerciais para se adaptar à nova realidade do mercado e se tornar mais resiliente a longo prazo. Essa transformação de negócios inclui todos os elementos da empresa Boeing, incluindo infraestrutura, despesas gerais e organização, portfólio e investimentos, saúde da cadeia de suprimentos e excelência operacional.

    Também divulgado hoje, o Commercial Market Outlook (CMO – Previsão do Mercado Comercial) de 2020, previsão anual de 20 anos que aborda o mercado de aviões comerciais e serviços, estima um aumento na participação de entregas para a substituição de aeronaves de passageiros mais antigas, que estão sendo aposentadas em um ciclo de substituição acelerado, especialmente na primeira década.

    "A aviação comercial está enfrentando desafios históricos este ano, afetando significativamente a demanda de curto e médio prazos por aviões e serviços", disse Darren Hulst, vice-presidente de Marketing Comercial. "No entanto, a história também provou várias vezes que as viagens aéreas são resilientes. A adversidade atual embasará as estratégias de frota de companhias aéreas no futuro, à medida que as companhias aéreas se concentram na criação de inovações versáteis de frotas, redes e modelos de negócios que ofereçam a melhor capacidade e eficiência, com o menor risco para o crescimento sustentável. "

    A previsão comercial inclui:

    • Nos próximos 20 anos, o crescimento do tráfego de passageiros deverá aumentar em média 4% ao ano.
    • A frota comercial global deverá alcançar 48.400 unidades até 2039, ante 25.900 aviões atualmente. Durante este período, a Ásia continuará a expandir sua participação na frota mundial, respondendo por quase 40% da frota em comparação com cerca de 30% hoje. Aviões de corredor único, como o 737 MAX, continuarão a ser o maior segmento de mercado, com uma demanda projetada para as companhias aéreas de 32.270 novos aviões nos próximos 20 anos. A demanda por aeronaves de corredor único se recuperará mais cedo devido ao seu papel fundamental nas rotas de curta distância e nos mercados domésticos, bem como à preferência dos passageiros por serviço ponto a ponto.
    • No mercado de fuselagem larga, a Boeing prevê uma demanda por 7.480 novos aviões de passageiros até 2039. Essa demanda será afetada por uma recuperação mais lenta nos mercados de longa distância – comum após choques em viagens aéreas - bem como as incertezas do impacto da COVID-19 nas viagens internacionais.
    • A demanda por carga aérea, um ponto relativamente positivo em 2020, deve crescer 4% ao ano e gerar demanda por mais 930 novos cargueiros de fuselagem larga e 1.500 cargueiros convertidos durante o período de previsão
    Demanda por aeronaves, 2020-2039

    A frota global de aviões continuará gerando demanda por serviços de aviação, incluindo peças e cadeia de suprimentos; engenharia, modificações e manutenção; treinamento e serviços profissionais; e soluções e análises digitais. O mercado atendido por serviços comerciais está avaliado em US$ 1,6 trilhão e US$ 1,4 trilhão para serviços governamentais.

    "A Boeing está focada em garantir que as soluções de serviços certas estejam disponíveis para ajudar nossos clientes e a indústria a enfrentar a recessão e dimensionar suas operações de acordo com as tendências de demanda de curto prazo. Por exemplo, soluções digitais de baixo custo podem ajudar a gerenciar alguns dos aspectos mais críticos e dinâmicos das operações, como a programação da tripulação ", disse Eric Strafel, vice-presidente de Estratégia da Boeing Global Services.

    Em todo o mundo, a necessidade de longo prazo por pilotos comerciais, técnicos de manutenção e tripulação de cabine permanece grande. O Pilot and Technician Outlook (Previsão de Pilotos e Técnicos) da Boeing para 2020 prevê que a indústria de aviação civil precisará de quase 2,4 milhões de novos funcionários de aviação até 2039.

    O Commercial Market Outlook é a mais antiga previsão para jatos e é considerada a análise mais abrangente da indústria de aviação comercial. O CMO e outras previsões de mercado da Boeing podem ser encontradas em https://www.boeing.com/market.

    As informações prospectivas estão sujeitas a riscos e incertezas

    Certas declarações neste comunicado podem ser "prospectivas" de acordo com o significado da Lei de Reforma de Litígio de Títulos Privados de 1995. Palavras como "espera", "prevê", "projeta", "planeja", "acredita", "estima "e expressões semelhantes são usadas para identificar essas declarações prospectivas. Exemplos de declarações prospectivas incluem declarações relacionadas aos nossos planos futuros, perspectivas de negócios, condição financeira e resultados operacionais, bem como qualquer outra declaração que não esteja diretamente relacionada a nenhum fato histórico ou atual. As declarações prospectivas são baseadas em suposições atuais sobre eventos futuros que poderão não ser precisas. Essas declarações não são garantias e estão sujeitas a riscos, incertezas e mudanças em circunstâncias difíceis de prever.

    Muitos fatores podem fazer com que os eventos reais sejam materialmente diferentes dessas declarações prospectivas, incluindo as condições econômicas nos Estados Unidos e em todo o mundo, as condições gerais da indústria, pois elas podem nos impactar ou aos nossos clientes, e outros fatores importantes divulgados anteriormente e de tempos em tempos em nossos arquivos na Securities and Exchange Commission. As declarações prospectivas valem apenas a partir da data em que são feitas e não assumimos nenhuma obrigação de atualizar ou revisar tais declarações, exceto conforme exigido por lei.

    A Boeing é a maior empresa aeroespacial do mundo e fornecedora líder de aviões comerciais, sistemas de defesa, espaço e segurança, e serviços globais. Como uma das principais exportadoras dos EUA, a empresa oferece suporte a clientes comerciais e governamentais em mais de 150 países e aproveita os talentos de uma base de fornecedores global. Com base em um legado de liderança aeroespacial, a Boeing continua a ser líder em tecnologia e inovação, produzir resultados para seus clientes e investir em seu pessoal e no crescimento futuro.