• Boeing entrega os primeiros protetores faciais reutilizáveis produzidos por impressoras 3D para o combate à COVID-19

    • Protetores faciais serão doados a profissionais de saúde que combatem a COVID-19
    • Agência Federal de Gerenciamento de Emergências coordenará a entrega da remessa inicial para o Centro de Convenções Kay Bailey Hutchison, em Dallas

    Chicago,  10 de abril de 2020 - 

    A Boeing entregou hoje o primeiro conjunto de protetores faciais reutilizáveis produzidos por impressoras 3D para profissionais de saúde que trabalham para impedir a disseminação da COVID-19. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS, na sigla em inglês) recebeu a remessa inicial de 2.300 protetores faciais na manhã desta sexta-feira. A Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (FEMA, na sigla em inglês) entregará os protetores no Centro de Convenções Kay Bailey Hutchison, em Dallas, Texas, que foi instituído como um local de atendimento alternativo para o tratamento de pacientes com a COVID-19.

    A Boeing deverá produzir milhares de outros protetores faciais por semana, aumentando gradualmente a produção para atender à crescente necessidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) nos Estados Unidos. A distribuição de protetores faciais adicionais será coordenada com o HHS e a FEMA, com base nas necessidades imediatas. A Boeing está produzindo protetores faciais usando as máquinas de fabricação aditiva nas instalações da empresa em:

    • St. Louis, Missouri
    • China Lake, El Segundo e Huntington Beach, Califórnia
    • Região de Puget Sound, no estado de Washington
    • Mesa, Arizona
    • Huntsville, Alabama
    • Filadélfia, Pensilvânia
    • Charleston, Carolina do Sul
    • San Antonio, Texas
    • Salt Lake City, Utah
    • Portland, Oregon

    A subsidiária da Boeing, Argon ST, em Smithfield, na Pensilvânia, também está participando deste projeto.

    A Solvay, fornecedora de longa data da Boeing, forneceu a película transparente para os protetores faciais. Outro fornecedor, a Trelleborg Sealing Solutions, doou o elástico usado na testeira ajustável.

    A produção e as doações das máscaras de proteção facial fazem parte de um esforço maior da Boeing para aproveitar os recursos da empresa e dos colaboradores para ajudar nas ações de recuperação e socorro da COVID-19. Até o momento, a empresa doou dezenas de milhares de unidades de EPI – incluindo máscaras, óculos, luvas, óculos de segurança e roupas de proteção – para apoiar os profissionais de saúde que lutam contra a COVID-19 em alguns dos locais mais atingidos nos Estados Unidos.

    A Boeing também ofereceu o uso de seus recursos exclusivos de transporte aéreo, incluindo o Boeing Dreamlifter, para ajudar a transportar suprimentos essenciais e urgentemente necessários para os profissionais de saúde. A empresa está coordenando estreitamente com funcionários do governo a melhor forma de fornecer suporte de transporte aéreo.

    "A Boeing tem orgulho de estar ao lado de muitas outras grandes empresas americanas na luta contra a COVID-19 e nos dedicamos a apoiar nossas comunidades locais, especialmente nossos profissionais de saúde da linha de frente, durante esse momento inédito", disse o presidente e CEO da Boeing, David Calhoun. “A história provou que a Boeing é uma empresa que enfrenta os desafios mais difíceis com uma equipe incomparável. Hoje, continuamos essa tradição e estamos prontos para ajudar na resposta do governo federal a essa pandemia global”.