• Boeing vai oferecer biocombustível para as companhias aéreas transportarem aeronaves novas para suas sedes

    • Combustíveis sustentáveis estarão disponíveis para entregas de jatos no estado de Washington
    • Programa incentiva maior uso de biocombustíveis de aviação, que reduzem as emissões em até 80%
    • Alaska Airlines recebe três jatos 737 MAX com mistura de biocombustível

    SEATTLE,  8 de março de 2019 - A Boeing começará a oferecer às companhias aéreas e operadoras a opção de abastecer seus novos jatos comerciais com biocombustível para o voo para suas sedes. O programa foi projetado para estimular ainda mais o uso de combustíveis sustentáveis na aviação - que reduzem as emissões em até 80% - e apoia a iniciativa da indústria de proteger o meio ambiente.

    A opção de biocombustível estará disponível para clientes que aceitarem novos aviões nos centros de entrega da Boeing em Seattle e Everett, no Estado de Washington. A empresa também planeja usar biocombustível para testes de voo em suas instalações em Boeing Field, enquanto trabalha para oferecer a mesma opção em seu Centro de entrega na Carolina do Sul.

    "Este é mais um passo em nossa jornada de uma década para incentivar a adoção de combustíveis sustentáveis e ajudar a aviação comercial a obter seu aval para continuar crescendo", disse Sheila Remes, vice-presidente de estratégia da Boeing Commercial Airplanes. “Temos grandes clientes, como a Alaska Airlines, que fizeram um bom progresso na adoção do uso de biocombustíveis. Esperamos que com essa nova opção seja mais fácil para esses clientes e outros demonstrarem o compromisso de nosso setor para reduzir as emissões de carbono”.

    A Alaska Airlines [NYSE: ALK], a primeira participante do programa, usará uma mistura de biocombustível feita pela World Energy e combustível tradicional quando receber três aviões Boeing 737 MAX este ano.

    “A Alasca leva a sério a responsabilidade de agir a longo prazo, com todos aqueles que dependem de nós - funcionários, convidados, nossas comunidades e o meio ambiente ao nosso redor. Essa é a definição de sustentabilidade”, disse Diana Birkett Rakow, vice-presidente de relações externas da Alaska Airlines. “Parabenizamos nossos parceiros da Boeing pela operacionalização de uma opção sustentável de combustível para jatos na aviação. Estamos entusiasmados em não apenas aproveitar a primeira entrega de biocombustível, mas continuar trabalhando juntos para desenvolver e ampliar a adoção de combustíveis sustentáveis e outras práticas para aumentar a capacidade da indústria da aviação de fazer o bem”.

    A World Energy fabrica o biocombustível em sua refinaria em Paramount, na Califórnia, a primeira instalação do mundo projetada para produzir comercialmente combustível renovável para jatos. Feito a partir de resíduos agrícolas, o combustível é certificado para uso comercial e pode ser misturado com combustível tradicional para jatos sem modificações em aviões, motores ou infraestrutura de abastecimento.

    "A World Energy está aqui para atender a qualquer organização comprometida em liderar a mudança para um futuro de baixo carbono", disse Bryan Sherbacow, diretor comercial da World Energy. “Empresas como a Boeing entendem suas obrigações para com as comunidades que servem e tomaram medidas significativas para fazer a transição para energia mais limpa e reduzir sua pegada de carbono. Nosso trabalho é gerenciar a cadeia de fornecimento de combustível de baixo carbono para fornecer o produto que esses líderes precisam para operar de maneira eficiente e promover mudanças positivas”.

    A EPIC Fuels enviará o biocombustível para os centros de entrega da Boeing no estado de Washington. A EPIC apoiou a avaliação de biocombustíveis da Boeing em seu programa de testes de voo ecoDemonstrator.

    A Boeing tem sido líder na promoção do desenvolvimento de biocombustíveis, incluindo o apoio ao primeiro voo de teste de aviação comercial realizado pela Virgin Atlantic em 2008. A extensa pesquisa, testes e análise rigorosa da empresa - em colaboração com outros fabricantes de aeronaves e motores e públicos de interesse da aviação - levou à aprovação do biocombustível para uso comercial em 2011.

    Uma década após o primeiro voo de teste, companhias aéreas em todo o mundo realizaram quase 170.000 voos de passageiros com uma mistura de biocombustível e combustível de petróleo.

    A Boeing tem trabalhado com parceiros em todo o mundo para desenvolver fornecimentos sustentáveis de biocombustíveis que podem ser ampliados e precificados competitivamente com o combustível para jatos tradicional. Os projetos utilizaram matérias-primas como resíduos florestais e agrícolas, cana-de-açúcar brasileira e usinas irrigadas pela água do mar costeira nos Emirados Árabes Unidos.

    ***

    Sobre a Alaska Airlines

    A Alaska Airlines e seus parceiros regionais transportam 44 milhões de passageiros por ano para mais de 115 destinos, com uma média de 1.200 voos diários nos Estados Unidos e no México, Canadá e Costa Rica. Com a Alaska e Alaska Global Partners, os passageiros podem ganhar e resgatar milhas em voos para mais de 900 destinos em todo o mundo. Saiba mais sobre o serviço premiado da Alasca em newsroom.alaskaair.com e blog.alaskaair.com. A Alaska Airlines e A Horizon Air são subsidiárias do Alaska Air Group (NYSE: ALK).

    Sobre a World Energy

    A World Energy é uma das maiores e mais antigas fornecedoras avançadas de biocombustíveis da América do Norte. Fundada em 1998, a empresa opera fábricas de produção de biodiesel em Houston, no Texas, Natchez, no Mississippi, Roma, na Geórgia, Harrisburg, na Pensilvânia, Hamilton, em Ontário, uma refinaria de diesel renovável em Paramount, na Califórnia, e centros de distribuição nos EUA e no Canadá. www.worldenergy.net

    Sobre a EPIC Fuels

    A EPIC Fuels é fornecedora de combustíveis e serviços de aviação para FBOs (sigla em inglês para operadores de base fixa), companhias aéreas comerciais, aeroportos, OEMs (sigla em inglês para fabricantes de equipamentos originais), operadores de abastecimento terrestre, a Agência de Logística de Defesa dos EUA (DLA, sigla em inglês) e outras agências governamentais em todo o mundo. Além de distribuir combustíveis para aviação, a empresa emite o Cartão EPIC, um cartão de combustível de aviação para compras no varejo ou de contrato de combustível e serviços auxiliares. O Cartão EPIC é aceito dentro e fora da rede, em mais de 8.000 localidades em todo o mundo. A EPIC Fuels é uma subsidiária integral da BBA Aviation, controladora do Signature Flight Support, e está sediada em Irving, no Texas. Para mais informações, visite-nos online em www.EPICFuels.com ou siga-nos no Facebook @EPICFuels