Últimas Notícias

LAAD DEFENCE & SECURITY 2015
16 de abril de 2015

BOEING APRESENTA O CENÁRIO DE DEFESA PARA O BRASIL E AMÉRICA LATINA – O vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios Internacionais para as Américas da Boeing Defesa, Espaço e Segurança (BDS, na sigla em inglês), Roberto Valla, afirmou em encontro com a imprensa que mercados emergentes como o Brasil oferecem muitas oportunidades para o mercado de Defesa. “A área de defesa está recebendo novas estruturas, construídas com base em plataformas multiuso e de mobilidade, bem como em conceitos de operações relacionados a redes de informação”, disse o executivo. Segundo Valla, as estratégias militares para a próxima década serão impulsionadas por novas realidades econômicas e novas demandas de segurança. Produtos como o V-22 Osprey e o Littoral Combat Ship são adequados porque oferecem a versatilidade necessária para lidar com ameaças convencionais e não convencionais.

SAIBA MAIS SOBRE O V-22 OSPREY, UMA DAS AERONAVES DE COMBATE DA BOEING – Com hélices retráteis e asas articuladas, porte robusto e desenho futurista, o Boeing V-22 Osprey parece ter saído das telas de cinema. E não é à toa: desenvolvido para as forças armadas, o Boeing V-22 Osprey é uma aeronave realmente versátil, que voa como um avião, decola e pousa como um helicóptero, consegue se transformar durante o voo em um turbo-hélice de alta propulsão – que é algo como um motor a jato – e tem a possiblidade de dobrar os rotores e girar as asas para que ele possa ser melhor armazenado em um porta-aviões. Parece improvável que uma aeronave possa fazer tudo isso, mas o V-22 Osprey pode. Confira aqui outras características do V-22 Osprey e assista a um vídeo sobre uma das missões de sucesso do produto.

CONHEÇA O CENTRO CONJUNTO DE PESQUISAS BOEING-EMBRAER – Inaugurado em 14 de janeiro deste ano, o Centro Conjunto de Pesquisas em Biocombustíveis Sustentáveis para a Aviação Boeing-Embraer apoia o papel do Brasil no desenvolvimento de biocombustíveis sustentáveis e contribui para atingir as metas ambientais da indústria de aviação. Instalado no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), o centro concentrará a atuação de empresas na coordenação e financiamento de pesquisas com universidades e outras instituições brasileiras. As pesquisas conduzidas visam preencher lacunas na criação de uma indústria de biocombustíveis sustentáveis para a aviação no país, como produção de matérias-primas, análises técnico-econômicas, estudos de viabilidade econômica e tecnologias de processamento. Leia mais sobre o esforço colaborativo das empresas para consolidar o estabelecimento dessa indústria no Brasil.

LAAD DEFENCE & SECURITY 2015
15 de abril de 2015

Boeing apresenta seus negócios no Brasil e as perspectivas de mercado durante a LAAD Defence & Security 2015

São Paulo, 15 de abril de 2015 – Donna Hrinak, presidente da Boeing América Latina e Caribe, acompanhada de Antonini Puppin-Macedo, diretor do Centro de Pesquisa e Tecnologia da Boeing no Brasil (BR&T Brasil), apresentou ontem (14), durante coletiva de imprensa na LAAD Defence & Security 2015, uma atualização sobre os negócios da empresa no Brasil, com o qual possui uma parceria de mais de 80 anos.

“O Brasil é um mercado muito importante para a Boeing e acreditamos que crescerá mais rápido do que muitos outros, competindo de igual para igual com alguns dos maiores mercados de aviação do mundo”, disse Donna Hrinak. As Perspectivas de Mercado 2014 (CMO) da Boeing preveem que as companhias aéreas da América Latina comprarão aproximadamente 2.950 novas aeronaves, avaliadas em US$ 340 bilhões, ao longo dos próximos 20 anos – mais de 40% serão destinadas a empresas brasileiras.

Outro destaque da coletiva foi trabalho desenvolvido pelo Centro de Pesquisa e Tecnologia no Parque Tecnológico de São José dos Campos (BR&T-Brasil), inaugurado em junho de 2014. “Trabalhamos com a comunidade brasileira de pesquisa e desenvolvimento para expandir as capacidades e cumprir as metas econômicas e de desenvolvimento tecnológico do país e, ao mesmo tempo, apoiar a criação de tecnologias inovadoras e de custo acessível para as unidades de negócio da Boeing”, explicou Antonini Puppin-Macedo.

Atualmente, as pesquisas focam o desenvolvimento de biocombustíveis de aviação sustentáveis, gerenciamento avançado de tráfego aéreo, sensoriamento remoto, metais e biomateriais avançados, além de tecnologias de apoio e serviços.

Em 14 de janeiro, a Boeing e Embraer reforçaram a parceria entre as empresas com a abertura de um centro de pesquisa conjunto para o desenvolvimento de uma indústria de biocombustível sustentável para aviação no Brasil.

Donna Hrinak também apresentou as iniciativas de Cidadania Corporativa Global da Boeing no Brasil, que têm como foco a educação em ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM, na sigla em inglês), como a parceria com o Instituto Ayrton Senna, o programa infantil “Sid, o Cientista”, apoio ao Ciência sem Fronteiras e o apoio à competição SAE Brasil AeroDesign.

A Boeing é a maior empresa aeroespacial do mundo e líder na fabricação de jatos comerciais e sistemas de defesa, espaço e segurança. A empresa emprega 169 mil pessoas nos EUA e em mais de 65 países. A Boeing atua nas áreas de aviação comercial e defesa na América do Sul, América Central e no México oferecendo produtos, sistemas, serviços e suporte. Atualmente, mais de 650 aeronaves da Boeing voam na região e a empresa prevê que o mercado regional de aviação comercial cresça a um dos maiores ritmos do mundo nos próximos 20 anos. Para mais informações, visitewww.boeing.com.br. Siga-nos no twitter: @BoeingBrasil.

SAIBA MAIS SOBRE O SCANEAGLE, A AERONAVE NÃO TRIPULADA DA INSITU – Durante a LAAD 2015, a Boeing apresenta seus programas na área de defesa, incluindo os veículos aéreos não tripulados ScanEagle® (VANT) da Insitu, uma subsidiária da empresa. O ScanEagle é um VANT de boa relação custo-benefício e grande autonomia de voo, capaz de fornecer inteligência, vigilância e reconhecimento de forma contínua, para diversas aplicações governamentais e civis.Confira aqui as características do ScanEagle e assista a um vídeo sobre o produto. Hoje (15/4), às 16h, no estande da Insitu (L-19), Dexon Guzman, executivo de Desenvolvimento de Negócios Internacionais para as Américas, falará sobre Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs). Saiba mais sobre o executivo.

BOEING ESTUDA O USO DE VANTS NAS APLICAÇÕES DE SENSORIAMENTO REMOTO – Quase um quarto de toda a riqueza do Brasil vem do campo. Agora imagine se fosse possível obter informações sobre diversas plantações, acompanhar as condições de crescimento de uma cultura com auxílio de gráficos e ferramentas estatísticas, verificar a qualidade e a homogeneidade das plantações ainda em solo e outros tantos fatores em intervalos reduzidos de tempo. E é nisso que apostam os pesquisadores do Centro de Pesquisa e Tecnologia da Boeing (BR&T-Brasil). A receita encontrada pela companhia para chegar ao que chamam de “agricultura de precisão” é a combinação dos Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs) com outras fontes de dados, obtidos, inclusive, por satélites de observação da Terra. Trata-se de um campo da ciência conhecido como sensoriamento remoto. Leia mais sobre as inúmeras vantagens do uso dos VANTs para as aplicações de sensoriamento remoto na agricultura.

LAAD DEFENCE & SECURITY 2015
14 de abril de 2015

SAIBA MAIS SOBRE O CH-47 CHINOOK, O HELICÓPTERO AVANÇADO MULTIMISSÃO DA BOEING – O Chinook é o helicóptero de transporte mais confiável e eficiente do mundo, capaz de sustentar cargas úteis de até 10.886 kg e um peso bruto máximo de até 22.668 kg. Sua configuração também lhe confere qualidades de movimentação excepcionais que lhe permitem operar em condições climáticas, de altitude e de ventos cruzados que normalmente impedem outros helicópteros de voar. O Chinook é uma combinação perfeita para as necessidades brasileiras de transporte na Amazônia e em outras áreas remotas, apoio humanitário, resposta a desastres, transporte de tropas, assim como para algumas aplicações comerciais. Amanhã (15/4), às 11h, Roberto Valla, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios Internacionais para as Américas da Boeing Defesa, Espaço e Segurança (BDS) falará sobre como este e outros produtos da Boeing atendem e podem atender ainda mais as necessidades emergentes da indústria de Defesa no Brasil e na América Latina. O executivo estará acompanhado pelos diretores de Desenvolvimento de Negócios da Boeing Defesa, Espaço e Segurança, Glaucio Mancini e Tom DeWald, responsáveis pelo Brasil e América Latina, respectivamente. Assista a um vídeo sobre o Chinook e leia mais sobre o helicóptero.

BOEING REFORÇA COMPROMISSO COM O BRASIL COM SEU CENTRO DE PESQUISA E TECNOLOGIA – Entre as realizações que reforçaram ainda mais o compromisso da Boeing com o Brasil está a inauguração do Centro de Pesquisa e Tecnologia (BR&T-Brasil), em junho de 2014, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). O sexto centro de pesquisa avançada da Boeing fora dos Estados Unidos tem como atuais áreas de foco biocombustíveis sustentáveis para aviação, gerenciamento avançado de tráfego aéreo, sensoriamento remoto, metais e materiais sustentáveis de origem biológica avançados, além de segurança cibernética e outras tecnologias de apoio e serviços. Leia mais.