A Boeing tem uma reputação ímpar em programas de parcerias industriais de padrão internacional. Ao longo dos últimos 30 anos, estes programas geraram benefícios cujos montantes superam US$ 44 bilhões para mais de 40 países.

Os destaques relacionados a seguir incluem atividades com a indústria e projetos de Cidadania Corporativa.

  • Fevereiro de 2015: Início das operações da Avianca com 787-8 no Brasil – aeroporto de Guarulhos.
  • Fevereiro de 2015: Entrega do primeiro 787-9 Dreamliner do Grupo LATAM Airlines.
  • Janeiro de 2015: Inauguração do Centro Conjunto de Pesquisa em Biocombustíveis Sustentáveis para a Aviação Boeing-Embraer, em 14 de janeiro, em um esforço colaborativo para consolidar o estabelecimento da indústria de biocombustíveis de aviação no Brasil, instalado no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP).
  • Janeiro de 2015: Início das operações da Cargolux com 747-8F no Brasil – aeroporto de Manaus.
  • Dezembro de 2014: Em 2 de dezembro, no Rio de Janeiro, a Boeing e a Força Aérea Brasileira (FAB) realizaram uma cerimônia que celebrou a compra de 20 mísseis Harpoon, com a presença de Hélio Paes de Barros Júnior, Tenente-Brigadeiro do Ar da FAB; Donna Hrinak, presidente da Boeing Brasil e da Boeing América Latina; e Glaucio Mancini, diretor de Desenvolvimento de Negócios da Boeing Defesa, Espaço e Segurança da Boeing Brasil.
  • Novembro de 2014: Em 17 de novembro, a Boeing anunciou que Donna Hrinak, até então presidente da Boeing Brasil, teve suas responsabilidades ampliadas para incluir toda a região da América Latina. A executiva continua à frente da Boeing Brasil, no escritório de São Paulo e, em paralelo, lidera a estratégia da empresa para incrementar oportunidades regionais de mercado na América Latina, como presidente da Boeing América Latina.
  • Novembro de 2014: Em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Boeing Brasil promoveu o fórum internacional Mulheres em Ciências e Engenharia, com palestras seguidas de debates para os estudantes da universidade. O evento abordou a trajetória profissional de mulheres de expressão em instituições brasileiras e dos Estados Unidos, assim como a importância da diversidade e o papel da mulher nas ciências e engenharia e o mercado de trabalho.
  • Novembro de 2014: Com foco no progresso e de novas oportunidades para o Distrito Federal e o Entorno, o Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), assinou um Protocolo de Intenções com a Boeing Brasil, que visa o intercâmbio de conhecimentos técnicos para a realização de projetos nas áreas de engenharia aeroportuária e logística; segurança cibernética; operações com Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs); e biocombustíveis para aviação civil.
  • Outubro de 2014: A 16ª edição do SAE BRASIL AeroDesign, um dos maiores eventos educacionais do Brasil, aconteceu de 30 de outubro a 2 de novembro no Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos (SP). A competição de aviões rádio controlados, projetados e construídos por estudantes de engenharia contou com o patrocínio da Boeing Brasil pelo terceiro ano consecutivo.
  • Outubro de 2014: A Boeing renovou o apoio às soluções educacionais do Instituto Ayrton Senna que preparam jovens para lidar com os desafios do século 21. Estudantes do ensino fundamental e médio que participam do programa “SuperAção Jovem” aprendem Matemática, Leitura e Produção de Texto de uma forma inovadora, resolvendo questões ligadas às suas comunidades e desenvolvendo habilidades cognitivas e socioemocionais. A parceria da Boeing com o Instituto Ayrton Senna começou em 2012 e, em 2013, incrementou os programas em mais de 50%, beneficiando 280 mil jovens em 519 municípios do estado de São Paulo.
  • Outubro de 2014: Para celebrar o Dia do Aviador, em 23 de outubro, a Boeing veiculou um anúncio homenageando Santos Dumont, que com sua invenção, conectou o mundo. Sob o mote “Os visionários do passado inspiram os sonhadores de hoje”, o anúncio Boeing foi também um agradecimento a todos os aviadores do Brasil. A fabricante preparou uma página dedicada para essa data especial no site Boeing Brasil.
  • Junho de 2014: A Boeing inaugurou seu Centro de Pesquisa e Tecnologia no Parque Tecnológico de São José dos Campos (BR&T-Brasil), atualmente com foco em biocombustíveis de aviação sustentáveis, gerenciamento avançado de tráfego aéreo, sensoriamento remoto, metais e biomateriais avançados, além de tecnologias de apoio e serviços.
  • Junho de 2014: Como integrante da Plataforma Brasileira de Biocombustível, a Boeing participou e deu apoio à Gol durante os voos de demonstração realizados com biocombustível na ocasião do Dia do Meio Ambiente e também no lançamento da Plataforma Mineira de Bioquerosene, como parte do Programa Brasileiro de Bioquerosene do Governo Federal.
  • Maio de 2014: Boeing e Embraer anunciaram o estabelecimento da uma parceria entre as empresas para a abertura de um centro de pesquisa conjunto para o desenvolvimento de uma indústria de biocombustível sustentável para aviação no Brasil no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP). As empresas realizarão pesquisas conjuntas na área de biocombustível, além de financiar e coordenar esforços de pesquisa com universidades brasileiras e outras instituições.
  • Abril de 2014: Como parte das práticas de Cidadania Corporativa Global da Boeing no Brasil, que tem foco na educação em ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM, na sigla em inglês), a empresa renovou parceria com o Ciência sem Fronteiras com o apoio a 25 estudantes brasileiros que participam do programa neste ano. Os alunos de engenharia aeronáutica participaram de um programa de estágio de oito semanas oferecido pela Boeing em parceria com o Instituto Internacional de Educação (IIE, na sigla em inglês) e a Future of Flight Foundation.
  • Março de 2014: Boeing foi a primeira fabricante de aeronaves a se tornar associada à ABEAR. A empresa considera esta associação um passo importante na consolidação da presença da Boeing no Brasil, pois a ABEAR desempenha o papel essencial de congregar stakeholders estratégicos da indústria de aviação no país.
  • Março de 2014: Início das operações da Lufthansa com 747-8I no Brasil – aeroporto de Guarulhos.
  • Fevereiro de 2014: Boeing e INPE iniciaram um esforço conjunto para o desenvolvimento de uma plataforma de gerenciamento de culturas energéticas baseadas em tecnologias de sensoriamento remoto, que visava criar um diálogo acerca do desenvolvimento de um sistema de gerenciamento de produção de biocombustíveis no Brasil. O projeto teve duração de quatro meses e envolveu a realização de dois workshops para ter, ao final de seu ciclo, um projeto detalhado sobre a plataforma.
  • Fevereiro de 2014: A Boeing realizou uma demonstração de voo do Veículo Aéreo Não-Tripulado (VANT) ScanEagle, da empresa INSITU, uma subsidiária da Boeing, a bordo do Navio-Patrulha Oceanográfico (NPaOc) "APA", em área marítima próxima ao litoral do Estado do Rio de Janeiro.
  • Janeiro de 2014: Boeing e Modern Logistics firmaram acordo para o fornecimento de soluções de voo da Jeppesen, uma subsidiária da Boeing, que integra a Boeing Aviação Digital, para ajudar a companhia a lançar seus serviços de transporte aéreo de cargas em 2014.
  • Novembro de 2013: Boeing e GOL Linhas Aéreas anunciam parceria com objetivo de trabalharem juntas para acelerar a pesquisa, o desenvolvimento e a aprovação de novas fontes de biocombustível sustentável para aviação no Brasil.
  • Outubro de 2013 : Dando continuidade às atividades da Parceria EUA-Brasil em Aviação iniciada em agosto de 2013, representantes de empresas e instituições dos segmentos aeroespacial e de defesa visitaram instalações da Boeing em St. Louis, nos EUA, com o objetivo de fortalecer parcerias existentes e estabelecer contatos para cooperações futuras.
  • Outubro de 2013: Lançamento da Plataforma Brasileira de Biocombustível para Aviação – a Boeing, junto com outros stakeholders da indústria de aviação, autoridades do governo e instituições de pesquisa lançaram a Plataforma Brasileira de Biocombustível para aviação, um esforço nacional que visa estabelecer uma indústria de biocombustíveis sustentáveis no Brasil através de pesquisa e desenvolvimento de uma cadeia de produção de múltiplas matérias-primas em diversas regiões do país.
  • Outubro de 2013: A Boeing renovou o patrocínio do Instituto Ayrton Senna, instituição focada na geração de oportunidades para crianças brasileiras através da educação, impactando diretamente a vida de 60 mil alunos entre o 6o e 9o ano. As crianças aprendem a trabalhar em equipe e buscam a solução de problemas usando a matemática e a ciência para criar projetos que ajudem a minimizar os desafios que suas escolas e comunidades enfrentam.
  • Outubro de 2013: SAE Brasil AeroDesign. Como parte de seu compromisso de apoiar a educação no Brasil, a Boeing apoiou a 15ª edição do SAE BRASIL AeroDesign, que reuniu mais de 1.400 estudantes de graduação e pós-graduação de Engenharia, Física e Ciências Aeronáuticas no Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos, de 24 a 27 de outubro de 2013, com o objetivo de fazer voos com aeromodelos totalmente desenvolvidos pelos alunos de diversas universidades.
  • Outubro de 2013: Boeing Pesquisa e Tecnologia – Brasil iniciou operações no Parque Tecnológico, em São José dos Campos (SP), em um espaço temporário, enquanto o permanente é construído para que o centro possa ser instalado no início de 2014
  • Setembro de 2013: A Boeing Pesquisa e Tecnologia – Brasil participou do 3ª Conferência de Inovação Brasil-EUA, promovida por BNDES, ABDI, Council on Competitiveness e Movimento Brasil Competitivo, destacando suas ações em biocombustível sustentável para aviação, o que foi considerado um dos projetos mais importantes do evento.
  • Agosto de 2013: A Boeing e três fornecedores-chave participaram da Parceria EUA-Brasil em Aviação, a qual incluiu visitas a empresas aeroespaciais brasileiras. Em continuidade às atividades da parceria, a Boeing irá receber as empresas brasileiras num evento a ser realizado em Seattle, em outubro de 2013.
  • Agosto de 2013: Trinta e dois estudantes brasileiros de engenharia aeroespacial e aeronáutica concluiram 8 semanas de estágio prático na Boeing. Os estudantes integram o programa Ciência sem Fronteiras. Durante o ano letivo, cada aluno contou com um mentor da Boeing que assegurou que o curriculo adotado para seus estudos fosse relevante para o mercado de trabalho. No total, a Boeing já patrocinou 46 estudantes brasileiros que fazem parte do programa, desde seu inicio, em 2011.
  • Julho de 2013: A Boeing e a Embraer assinaram um acordo com foco em marketing e nas vendas do KC-390. A Boeing estará à frente das vendas, suporte e das oportunidades de treinamento relacionados ao KC-390 nos EUA, Reino Unido e alguns mercados do Oriente Médio. A Embraer irá fabricar o avião e auxiliar nas vendas, suporte e oportunidades de treinamento.
  • Junho de 2013: Boeing, Embraer e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) lançaram o Plano de Ação Plano de Voo para Biocombustíveis de Aviação no Brasil e que recomenda caminhos para o desenvolvimento de uma indústria de biocombustíveis sustentáveis para o setor aéreo no Brasil.
  • Abril de 2013: A Boeing está trabalhando com a cidade do Rio de Janeiro para implantar o programa Sid – the Science Kid em duas pré-escolas bilíngues. O programa tem por objetivo apoiar o aprendizado de crianças através da parceria entre pais e professores para criar um clima de “curiosidade” para as crianças. O personagem Sid encoraja as crianças a pensarem, falarem e trabalharem como cientistas instigando a curiosidade natural que têm para com o mundo ao seu redor. Desta forma, Sid contribui, também, com a prontidão destas crianças para a escola ao trabalhar suas habilidades intelectuais, motivação e autoconfiança.
  • Abril de 2013: A Boeing, Mitacs do Canadá e a Iniciativa Brasileira de Analítica Visual (BRAVA) sediaram o segundo workshop para pesquisadores do Brasil, Canadá e da Boeing em Cambury Beachon de 6 a 8 de abril. O principal objetivo do workshop foi proporcionar aos participantes o intercâmbio das experiências e conhecimentos que irão ajudar no estabelecimento de uma agenda de pesquisa aplicada de longo prazo no Brasil.
  • Abril de 2013: A Boeing anuncia que seu novo Centro de Pesquisa e Tecnologia no Brasil será localizado no Parque Tecnológico de São José dos Campos, em São Paulo.
  • Abril de 2013: A Insitu, subsidiária da Boeing, assina um acordo com a Santos Lab para apoiar suas atividades de marketing e negócios no Brasil.
  • Março de 2013: Alunos brasileiros de engenharia, patrocinados pela Boeing, venceram a competição internacional SAE AeroDesign. Uma das 75 equipes de todo o mundo, a equipe vencedora da Universidade Federal de Minas Gerais construiu um avião com rádio controle com asas com envergadura de 3,6m e com capacidade de carga de até 16 kg – um novo recorde mundial.
  • Março de 2013: O Governador de Pernambuco – Eduardo Campos – e a Presidente da Boeing no Brasil – Donna Hrinak – assinaram um Memorando de Entendimento que irá gerar a colaboração entre institutos técnicos e universidades. Instituições de ensino participantes incluem o Instituto Nacional de Tecnologia em União e Revestimento de Materiais, Universidade Federal de Pernambuco e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial.
  • Dezembro de 2012: A Boeing passou a patrocinar o Instituto Ayrton Senna, instituição focada na geração de oportunidades para crianças brasileiras através da educação. A doação da Boeing tem impacto direto na vida de 48 mil alunos entre o 6o e 9o ano. As crianças aprendem a trabalhar em equipe e buscam a solução de problemas usando a matemática e a ciência para criar projetos para ajudar a minimizar os desafios que suas escolas e comunidades enfrentam.
  • Dezembro de 2012: A Boeing assinou acordos para investigar e desenvolver projetos de tecnologia aeroespacial com o DCTA e INPE.
    1. 1. O foco do acordo com o DCTA será a exploração de oportunidades para a colaboração em áreas de ciências de voo, energia e ambiente, inclusive biocombustíveis, materiais, sistemas de lançamento aeroespacial e educação e treinamento em engenharia.
    2. 2. O foco do acordo com o INPE será a exploração de oportunidades na área de sensoriamento remoto para a gestão do desenvolvimento de matrizes energéticas, a integração dos sensores terrestres e aéreos e a fusão de dados para a gestão do uso da terra e integração de sensores para nano-satélites.
  • Dezembro de 2012: Em expansão do acordo de colaboração assinado entre a Boeing e a Embraer em abril de 2012, as duas empresas anunciaram que irão fornecer aos clientes um conjunto compartilhado de ferramentas chamado de Consciência Situacional para Pousos (Runway Situation Awareness Tools) – para reduzir as incidências de saídas de pista. Esta ação fortalece ainda mais a colaboração entre duas das maiores empresas aeroespaciais do mundo.
  • Novembro de 2012: A Boeing patrocinou a Competição SAE Brasil AeroDesign. Este evento anual reúne centenas de estudantes de engenharia de diferentes partes do Brasil com o objetivo de elaborar, construir e testar aviões de controle remoto que precisam voar dentro dos critérios e restrições estabelecidos pela competição.
  • Outubro de 2012: A GE Aviação - parceira da Boeing no Super Hornet – assinou Memorandos de Entendimento com três empresas brasileiras para se tornarem potenciais fornecedores da cadeia global de fornecedores, incluindo a transferência de tecnologia e também treinamento na montagem, inspeção e testes de turbinas GE, que poderiam resultar na sustentabilidade em longo prazo de suas produções aeroespaciais.
  • Agosto de 2012: A Boeing conectou um de seus avançados simuladores de cockpits de caça em St. Louis com um simulador a mais de 8 mil km de distância, localizado na subsidiária da Elbit – AEL Sistemas – em Porto Alegre, demonstrando a eficácia do compartilhamento de tecnologias de consciência situacional avançada e treinamento entre os Estados Unidos e o Brasil.
  • Agosto de 2012: A Boeing e uma dúzia de seus fornecedores F/A-18E/F Super Hornet ressaltam as oportunidades disponíveis para a indústria brasileira durante conferências realizadas nas cidades de Porto Alegre e São José dos Campos. Um amplo programa de participação industrial faz parte da oferta do Super Hornet da Boeing na licitação F-X2 para a compra de caças.
  • Julho de 2012: A Embraer e a Boeing anunciam um acordo que ressalta ainda mais a colaboração entre as duas empresas e que traz capacidades adicionais para o A-29 Super Tucano da Embraer, através da integração de novos armamentos para atender às demandas futuras de clientes.
  • Junho de 2012: A Boeing e a Embraer anunciam um acordo para colaboração no programa KC-390. Sob este acordo, a Boeing e a Embraer irão compartilhar conhecimentos técnicos específicos e avaliar os mercados onde poderão unir seus esforços de venda para oportunidades para aeronaves de transporte militar.
  • Maio de 2012: A Boeing e os fornecedores do Super Hornet se reuniram com entidades brasileiras:
  • Abril de 2012: A Boeing anunciou a abertura do Boeing Research & Technology Brazil – um centro de pesquisa e tecnologia em São Paulo que irá trabalhar com os principais pesquisadores e cientistas brasileiros no desenvolvimento de novas tecnologias aeroespaciais.
  • Abril de 2012: A Embraer e a Boeing anunciam um acordo de cooperação para trabalharem juntos em benefício de seus clientes, suas empresas e toda a indústria global de aviação. O acordo estabelece uma importante relação entre duas das maiores empresas aeroespaciais do mundo para cooperarem de maneira a alavancar a eficiência operacional, segurança e produtividade, melhorar a satisfação de clientes e criar valor para ambas as empresas e seus clientes.
  • Março de 2012: A Boeing e seus parceiros industriais no Super Hornet visitaram o estado de Minas Gerais entre os dias 20 e 22 de março para avaliar as capacidades aeroespaciais das empresas locais e para identificar oportunidades de trabalho com a Boeing e sua cadeia mundial de fornecedores.
  • Março de 2012: A Boeing e a AEL Sistemas colaboraram num projeto conjunto de simulação que conectou um simulador Boeing F/A-18E/F Super Hornet localizado em St. Louis com um simulador AEL Avionics Laboratory localizado em Porto Alegre.
  • Março de 2012: A Boeing, Mitacs do Canadá e a Iniciativa Brasileira de Analítica Visual (BRAVA) sediaram um workshop sobre Analítica Visual em São Paulo entre os dias 24 e 26 de março para pesquisadores do Brasil, Canadá e da Boeing. A Analítica Visual trata do desenvolvimento de sofisticadas ferramentas visuais e tecnologias para analisar grandes volumes de dados de forma mais eficiente. Para o workshop BRAVA, os pesquisadores focaram nos possíveis usos da analítica visual em campos da medicina e saúde. Na indústria aeroespacial, o emprego desta tecnologia vai desde relatórios de segurança da aviação, manuais de manutenção até segurança industrial.
  • Março de 2012: A Boeing anunciou que estava trabalhando com a AEL Sistemas de Porto Alegre e com a Elbit Systems of America no desenvolvimento de capacidades avançadas em aviônica no Brasil, como resultado do Memorando de Entendimento para sistemas de displays de grandes áreas, que fariam parte do sistema avançado de cockpit oferecidos em caças da Boeing, inclusive no F/A-18E/F Super Hornet e nos caças da família F-15, inclusive no Silent Eagle.
  • Dezembro de 2011: A Boeing anunciou o financiamento de bolsas para 14 estudantes brasileiros de engenharia aeroespacial e aeronáutica, para passarem um ano estudando em universidades nos Estados Unidos, em parceria com a Comissão Fulbright. Este programa nacional de bolsas, parte da iniciativa Ciência sem Fronteiras lançada pelo governo brasileiro, busca fortalecer e expandir as iniciativas de ciência e tecnologia, inovação e competitividade através do aumento de oportunidades para educação internacional. Além do apoio por meio das bolsas, a Boeing apoiou os alunos brasileiros por meio de mentores e trabalho com as universidades e em projetos que alavancassem sua experiência educacional.
  • Novembro de 2011: A Boeing Defesa, Espaço & Secgurança assinou Memorandos de Entendimento com duas empresas brasileiras: MSM Powertrain Ltda. e Pan Metal Indústria Metalúrgica Ltda. Os acordos delineiam planos para cada companhia poder explorar oportunidades de trabalho com a Boeing e seus parceiros industriais nas seguintes áreas:
    1. 1. MSM: serviços de logística, equipamento de apoio em solo, apoio em engenharia;
    2. 2. Pan Metal: montagem, instalação de subsistemas, peças usinadas, processamento, tratamento térmico.
  • Outubro de 2011: A Boeing, Embraer e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) anunciaram planos para a colaboração de longo prazo para a pesquisa e desenvolvimento de biocombustíveis para aviação, outro importante passo em direção à criação de uma indústria sustentável de biocombustíveis para a aviação no Brasil. Como fruto do acordo, a Boeing, Embraer e a FAPESP estão liderando o desenvolvimento de um relatório detalhado das oportunidades e dos desafios da criação da produção e distribuição de biocombustível para a aviação que tenha boa relação custo-eficácia e seja sustentável.
  • Julho de 2011: A Boeing estabelece parceria com educadores patrocinados pelo Centro Espacial e de Foguetes dos Estados Unidos, no Space Camp localizado em Hunstville Alabama, como parte do compromisso de trabalhar com educadores para alavancar o conhecimento de estudantes em áreas como ciência, tecnologia, engenharia e matemática. Dentre os patrocinados pela Boeing estavam dois educadores brasileiros – Soraia Cristiana de Oliveira e Vera Lucia Palmeira, ambas de Brasília.
  • Julho de 2011: A Boeing, a Embraer e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) anunciam que, juntos, financiarão uma análise de sustentabilidade para produção do biocombustível para jatos desenvolvido a partir da cana-de-açúcar brasileira. O estudo inédito avaliará condições ambientais e mercadológicas associadas ao uso do combustível de fonte renovável produzido pela Amyris.
  • Outubro de 2010: Foi estabelecida uma parceria entre o Departamento de TI do Centro Tecnológico Científico da PUC-Rio e as empresas Boeing, Bell e Sikorky para o desenvolvimento de novo software para o compartilhamento de dados em tempo real entre helicópteros. Uma primeira versão do software que suporta esta parceria, desenvolvida na Universidade, foi recentemente demonstrada com êxito a parceiros americanos.
  • Setembro de 2009: Em sua oferta para o F-X2, a Boeing identificou oportunidades com mais de 25 empresas brasileiras para apoiarem o programa de parceria industrial baseado em requisitos tecnológicos específicos feitos pela Força Aérea Brasileira.